Pastoral

Salmo 142:1-2

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Com a minha voz clamo ao SENHOR; com a minha voz ao SENHOR suplico. Derramo diante Dele o meu lamento e a Ele apresento a minha aflição...

Salmo 142:1-2

Davi sempre me chamou a atenção por ser extremamente sincero. Quando se colocava diante de Deus, falava o que realmente estava sentindo, abria o coração sem reservas. O salmo acima começa com um grito de socorro desesperado por ajuda.

Davi se encontrava angustiado por estar em posição de não poder fazer absolutamente nada, e pra quem já tinha matado urso, leão e gigante, a sensação era de impotência.

Não havia em quem se apoiar no momento. Mas mesmo assim Davi tinha uma confiança por pura convicção de que Deus o atenderia e que ao final disso tudo os homens veriam o agir de Deus em e através de sua vida...

Às vezes nos encontramos como Davi, sem saber o que fazer e nem se poderemos contar com alguém para nos socorrer. Quando isso ocorrer o melhor é olhar para cima, para Deus.

Nele podemos confiar em todo o tempo, o tempo todo.

E é o mesmo Davi que diz no Salmo 37:7 “Descanse no Senhor e aguarde por ele com paciência; não se aborreça com o sucesso dos outros e nem com aqueles que maquinam o mal”.

 

Deus está no controle!

 

© 2016-2017 IBNA Jundiaí. Todos os Direitos Reservados.

Search