Pastoral

Mateus 4:8-10

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

8. Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles.

9. E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares.

10. Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás.

 

Ao responder sobre a arrogante e indecorosa proposta de satanás, Jesus trata de dois conceitos fundamentais na espiritualidade cristã: Adoração e Culto.

Adorar significa reconhecer a majestade, a grandeza de um soberano. Significa prostrar-se e reconhecer sua autoridade.

Adorar é curvar-se colocando o rosto no chão. Identifica o que o coração abriga, o que sente, o que há no interior em relação a Deus. A sua soberania e a sua majestade em nossa vida.

Culto é uma atitude prática de quebrantamento, de contrição. É o ato de reconhecimento de que Deus merece receber todo nosso serviço, todo nosso louvor, todos os nossos recursos e toda nossa devoção. O culto é a evidência de que estamos rendidos aos pés de Deus.

O texto revela também o pensamento de Jesus sobre o diabo. Ele jamais deve receber, de qualquer pessoa, o ato de devoção. Jesus está nos dizendo que não há outra autoridade espiritual diante de quem devemos nos prostrar ou assumir compromisso, além do único e verdadeiro Deus dos céus e da terra, o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus.

Adoração e Culto expressam exclusivamente um ato de gratidão a Deus por aquilo que Ele é, e o seu amor manifesto em Cristo Jesus. Não é barganha ou negociação com Deus, pois o seu amor não tem preço é gratuito.

Diante do diabo é só escravidão. Diante de Deus é amor e liberdade.

 

© 2016-2017 IBNA Jundiaí. Todos os Direitos Reservados.

Search